quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

CPI1518

A cultura dos Homens
me seqüestra:

Devo amar Drummond
Baudelaire Bandeira Bilac
Machado Borges Rosa.
É preciso apreciar Fellini
admirar Glauber
louvar Bergman.

E ouvir com os dois
ouvidos todas as músicas
do mundo.

Me submeto com tola humildade.

Mas a arte desse Homem
é falsa. (de plástico)
Escolho desobedecer os homens
e confiar na natureza.

2 comentários:

Hugo Neto disse...

Poeta,
Alea jacta est. A Arte é um jogo entre persistência e movimento, entre futuro e passado, ente memória e inovação. Os maiores artistas são, invariavelmente, excelentes iconoclastas (seu blog é, ademais, pródigo em iconoclastia, em metáforas catastrofistas, em imagens e formas simbólicas de um mundo de valores prestes a erodir). Sua revolta contra Drummond, Bandeira, Borges, Glauber, Bergman, Fellini, Baudelaire (ah, Baudelaire...) é, portanto, saudável e, creio, eles próprios estariam de acordo com o que você escreveu. De meu lado, impressiona-me a efemeridade da obra humana sob o chicote do Tempo que tudo desgasta. Não consigo não amar com todo coração esses artistas de gerações extintas, os quais você alegremente troca para seguir aquilo que dita tua própria natureza. Sou, ao contrário de você, um artista reverente: preciso de mestres para me indicar o caminho. Porém dizem que são os artistas iconoclastas que mudam a face do mundo. Enfim, talvez (talvez, talvez, talvez) um de nós sobreviverá. Ou não (não esqueçamos nunca do chicote do Tempo). Alea jacta est!

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀
,