quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Campos do Jordão

Na cidade de brinquedo
o vento tenta falar francês
sem conseguir.
Adultos fantasiados de crianças
fingem que entendem.

Entre a rua Arrogância
e a praça da falsidade
O prédio da prefeitura não percebe
que Campos seria uma
cidade linda,
parasse de tentar ser uma.

Numa casa nas montanhas,
perto da lareira,
as pessoas se mostram inocentes
onde a inocência é proibida.

2 comentários:

Unknown disse...

Concordo. O dia que Campos parar de tentar ser européia. Menos wannabe seria muito bom pra cidade!

Tefo disse...

ei, também é o que eu sinto! vc é um grande poeta!